terça-feira, 20 de abril de 2010

Por que humilham nossas crianças?

Se você não é tão patriota quanto o Policarpo Quaresma, ou tão ufanista quanto os românticos da fase indianista, não deve saber; mas, ontem (19/04), foi o dia do índio. Imagino que, para quem sabia, não tenha mudado muita coisa. Imagino que, para quem não sabia, também não tenha mudado nada. Para nossas crianças, porém, não deve ter sido um dia muito fácil.

Não sei quanto a vocês, mas eu sempre tive raiva desse tipo de data. Professores do ensino fundamental um costumam expor pobres crianças indefesas ao ridículo. É só chegar uma data como a de ontem e as mãos deles coçam para pintar e caracterizar os meninos. Ontem, não foi incomum ver vários indiozinhos na rua. Não sei o que se passava na cabeça deles, mas, no meu tempo, com certeza, era vontade de dar uma flechada em cada infeliz que passou guache no meu rosto e fez-me colocar um cocar.

Mas não só de dia do índio vivem esses professores. Há outras datas até piores. A mais comum e, quiçá a pior, é a páscoa. Por algum motivo acha(va)m que crianças gostam de ser pintada de coelho. Colocar um par de orelhas pontudas e pintar em mim uns fios de bigode não me faz um coelho, faz-me uma criança muito revoltada. Outras datas que também me revoltavam eram o dia do soldado (porém não muito, já que não me pintavam) e o São João. Odiava muito ir e voltar da escola com uma calça falsamente remendada, uma camisa quadriculada, um bigode pintado e – pasmem – um dente pintado. Essas lembranças sobre o São João me fazem até pensar se a data que mais detestava era a páscoa, mas como já ouvi comentários de pessoas que gostavam dessa caracterização do São João, permaneço achando a páscoa pior. Os colégios costumam caracterizar os moleques nessas datas comemorativas, mas em uma data eu ainda não vi esse tipo de manifestação que é o dia da consciência negra. De certo modo, isso me deixa mais tranqüilo, porque se um dia criarem o “dia da consciência gay”, talvez não vistam nossas crianças iguais ao Fiuk de Malhação.

Eu sempre tento evitar posts de assuntos muito pessoais, mas esse não deu para evitar. Então espero que o ódio por ser pintado no colégio tenha feito parte da vida de vocês.

2 comentários:

Luana disse...

Sacanagem.. Fiuk é gatinho..

Naiara LuaNova disse...

Ah...eu gostava de datas comemorativas!