quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Aceita cartão?

Esse post é dedicado a Lázaro do Acarajé que aceita cartão e a todos os meus amigos que se espantam quando descobrem que há um acarajé que aceita cartão próximo ao campus de Ondina da UFBA. Com essa evolução no mundo dos negócios de acarajés, tentei imaginar onde mais poderiam chegar essas maquininhas e me ocorreu essa situação.

O Futuro vai começar...
Na praça em frente ao Iguatemi às 19h.

- Tem horas aí, mão? 
- Tenho não, man. Tou sem relógio.
- E o aparelho, tem horas no celular, não, mão?
- Tou sem ceular, man, me roubaram semana passada.
- Porra é essa? Tá me tirando, playboy? É o seguinte, isso aqui é um assalto e eu quero o que tiver na carteira e o aparelho.
- Man, não tou de sacanagem, não. Me roubaram semana passada e eu tou liso. Só tou aqui com o Salvador Card para voltar pra casa. Pode olhar aí na mochila e na carteira, mas deixe os documentos, na moral.

Depois de vasculhar a mochila e abrir a carteira da vítima...

- Poooorra, parceiro, que é isso aqui? É um visa, é? Por que você não falou logo? Eu aceito cartão também. Débito, crédito, ticket alimentação. Aceito até American Express. Divido em cinco vezes sem juros e a primeira só vence depois do carnaval. E nos assaltos acima de 50 reais você ainda concorre a uma linda camisa do "Assalto na pracinha: Eu fui". E aí, mão, vai perder quanto?
- Errr... qual o valor mínimo?
- Rapaz, sabe como é, né? Inflação, essa máquina aqui passa no mínimo R$30,00. Divido em até 5. Como gostei de você, se você pegar 50, divido em seis vezes sem juros? Fechou?
- Errr... valeu, man, mas vou ficar com 30 mesmo. Sabe como é? Não tá fácil pra ninguém.
- Tou ligado, maluco. Bote aí sua senha, vá... Vai querer sua via?
- Vou sim, para fazer a contabilidade... Valeu.
- Valeu, playboy. Foi muito bom fazer negócios com você. 


Nenhum comentário: