sexta-feira, 25 de junho de 2010

Morte às baratas!

Se existe um bicho que eu detesto do fundo de meu coração, esse bicho se chama barata. Eu não sei onde Deus estava com a cabeça quando as inventou. Com certeza Ele previa que Adão e Eva comeriam o fruto proibido. A criação das baratas foi uma forma de punir-nos. Não há outra explicação. Baratas são nojentas, não polinizam, não produzem seda nem mel, não trazem sorte, não comem insetos menores (seria bom se fossem canibais)… porra, pra dizer a verdade eu nem sei o que baratas comem… procurando no Google, vi que elas comem qualquer coisa, de preferência algo que você tenha deixado em cima da mesa. Baratas não tem utilidade.

O pior não para por aí. Existem baratas que voam… Ahhh, isso sim é revoltante. Para que porra Deus deu asa às baratas? Para que dêem rasantes na sala enquanto assistimos algo na TV causando pânico nas mulheres? Para que realizem vôos suicidas quando tentamos matá-las? Se Capitão Nascimento tivesse ao lado de Deus quando ele pensou em colocar asa nas baratas, diria um sonoro “essa porra vai dar merda”! Baratas não devem voar. A única função da barata no mundo é morrer, se elas tem asas, torna-se mais difícil completar a missão. Seria preferível que Deus houvesse dado asa às cobras, pelo menos faria sentido. Ok, exagerei, mas baratas não podem ter asas.

Outra coisa detestável nas baratas é que elas somem, teletransportam-se, fazem mágica. Eu não sei que porra elas fazem, mas uma coisa é certa, se uma barata aparecer e correr para trás de algo, não adianta ficar olhando para o local, a miserável aparecerá perto de você de algum jeito que ninguém sabe explicar. Você passa o olho em toda a sala, quando olhar para a estante ao seu lado, estará aquela mancha meio marrom, meio vermelha olhando-lhe, desdenhando de sua capacidade de matá-las. Elas sabem que morrerão, por isso sempre lhe irão irritar antes de morrer. Correrão, voarão, ficarão chapadas caso use veneno, até que você acerte-a uma boa chinelada, uma pancada com vontade, fazendo que voe restos de barata para todos os lados. Matar uma barata é prazeroso. Dá uma sensação de missão cumprida.

Outro fato interessante é que baratas não são nem bichos legais para a criação de super-heróis. Porra, imaginem se o Peter Parker fosse mordido (aquelas porra mordem?) por uma barata. Ele teria que superpoder além de voar? Mataria os inimigos de nojo? A única certeza é que ele nunca comeria a Mary Jane. Nem para ser vilã uma barata serviria, apesar de que acho que existe um filme de baratas gigantes que comem gente (Mutação eu acho). Mas porra, só um (Joe e as baratas não conta). Até um super-herói baseado numa banana existe. Baratas são completas inúteis. Só existem para que ninguém seja cem por cento feliz.

Morram, baratas.

Ah, Bora Brasil minha porra! O hexa é nosso!